Novas oportunidades

19 Novembro 2017 In Notícias
Avalie este item
(0 votos)
Novas oportunidades Foto/Unicom

SENAI qualifica mão de obra para frigorífico, em Tarauacá, e marca uma nova fase do município

"Sem a capacitação do SENAI neste processo, nós já começaríamos perdendo de goleada", disse - bastante feliz - o proprietário da Frigordo, José Teles Filho, durante cerimônia de certificação de 67 pessoas, que foram capacitadas no curso de "Operador de processamento de produção de carnes". O evento foi realizado na última quinta-feira, 16, em Tarauacá, e contou com a participação da prefeita do município, Marilete Vitorino; do diretor-regional do SENAI, César Dotto; Mozani Mariano, da Secretaria de Indústria; Luziel Carvalho, superintendente do Ministério da Agricultura no Acre, entre outros.

Com investimentos na ordem de R$ 13 milhões, o audacioso empreendedor decidiu construir o Frigordo em Tarauacá, pois nenhum frigorífico da região absorvia a produção de gado. Nem a tão falada crise econômica foi capaz de desestimular o empresário. "Tive inúmeras dificuldades, desde financeira até em montar uma equipe qualificada. Mas, encontrei muitos parceiros bons, dentre eles, o SENAI", conta José Teles Filho.

E para atender a demanda do Frigordo, que possui a planta industrial mais moderna do Estado, o SENAI montou o curso de acordo com a necessidade da empresa, que contemplou todo o fluxo de um frigorífico. Recepção e abate dos animais; legislação aplicada ao abate; desossa das peças; especificação técnicas dos cortes; salga e cura; embutimento; emulsão; elaboração de salmouras; defumação; frigorificação, embalagem e expedição do produto; organização do ambiente; técnicas de trabalho em equipe; segurança, higiene e saúde do trabalho; e meio ambiente foram assuntos abordados durante dois meses e meio, com carga horária total de 160 horas/aulas.

Segundo o diretor do SENAI, César Dotto, a instituição está à disposição da indústria. "Esse é o nosso papel: ofertar qualificação profissional para a empresa, que está investindo no Acre. E nós oferecemos todo o apoio nesse processo para que a indústria tenha condições de se manter no mercado e fique cada vez mais competitiva", disse.

Satisfeito com o curso oferecido, o empresário garante que o diferencial do frigorífico é a mão de obra qualificada. "Nós temos dois concorrentes diretos com o mesmo porte sanitário, que estão localizados na capital acreana. Já temos essa desvantagem de 412 km que separam Rio Branco de Tarauacá. Só podemos tirar essa desvantagem com uma equipe que queira trabalhar e que seja capacitada", garante José Teles Filho.

Mais oportunidade

A busca por uma vaga no mercado de trabalho é uma verdadeira saga na atualidade. A realidade é representada por dados severos: cerca de 13 milhões de desempregados no Brasil.

E em Tarauacá a realidade não é muito diferente. Por isto, a oferta do curso "Operador de processamento de produção de carnes" marcou um novo momento para o município. Com previsão para começar o funcionamento em dezembro, a Frigordo vai contratar, neste primeiro momento, 50 alunos que concluíram o curso do SENAI. "Não vamos dispensar nenhum. Os demais, serão contratados numa segunda etapa", garantiu José Teles Filho.

Na visão da prefeita de Tarauacá, o município vive um novo momento. "Teremos dois momentos na nossa cidade: antes e depois da Frigordo. E o SENAI faz parte desta história", afirmou Marilete Vitorino.

Conhecimento que transforma

Desempregado, o aluno José Alexandre da Silva, 42, que viveu no seringal mais da metade de sua vida, não foge de trabalho. Já foi "catraieiro", carpinteiro, soldador e pedreiro, por exemplo. No entanto, todas essas ocupações ele aprendeu no dia a dia. "Este é o meu primeiro certificado. E sei que não é apenas um papel. O SENAI é uma instituição reconhecida pelo que faz. Tenho certeza de que agora em diante será tudo diferente. Tudo que aprendi é para dar o meu melhor na empresa", contou.

A alegria e satisfação marcaram a cerimônia de certificação, pois muitos já começarão 2018 com um emprego. "Somos um exército que vamos trabalhar pelo nosso sucesso. O sucesso da nossa empresa. O sucesso de nossa vida e nossa carreira profissional. Pois, hoje, não sou apenas um consumidor de carnes, mas um operador do processo de produção de carnes. Esse curso do SENAI foi um divisor de águas nas nossas vidas", disse o orador da turma, Carlos Antônio da Rosa Alencar.

"Temos que ser o melhor no que nos propomos a fazer. O mercado de trabalho não tem espaço para quem quer ser "mais ou menos". A planta industrial é a mais moderna do Acre. Mas, nada disso seria suficiente se não tivesse pessoas qualificadas, e vocês estão preparados. Esse é apenas o começo de uma nova história", enfatizou o entusiasmado professor do curso, Geniberg Oliveira.

Frigordo

Localizado em uma área de 8 hectares, a indústria iniciará suas atividades no próximo mês de dezembro e empregará, inicialmente, 50 trabalhadores. A previsão é de que chegue a 110, quando estiver operando plenamente.

Com capacidade de abater 360 bovinos por dia, a indústria vai abastecer a população dos municípios do Vale do Juruá, com perspectivas de vendas para o sul do país e para o vizinho Peru.

Para isto, a indústria está atendendo a todas as necessidades do Ministério da Agricultura. "A Frigordo pode até vender para a União Europeia - que é o mercado mundial mais exigente. Em breve, o frigorífico terá o SIF (Serviço de Inspeção Federal) O processo de regularização já está em andamento", garantiu Luziel Carvalho - superintendente do Ministério da Agricultura no Acre.

Galeria de fotos

Unicom

Ler 282 vezes

EMPRESAS


ACESSO RESTRITO


Intranet

ENDEREÇO


FIEAC
Avenida Ceará, 3727 - 7º BEC - CEP: 69918-108, Rio Branco, Acre - Fone: (0xx68) 3212-4200
UNIDADE INTEGRADA
DO SISTEMA FIEAC NO JURUÁ

Rua Afonso Pena, Nº 910, Bairro AABB - CEP 69980-000 - Cruzeiro do Sul - Acre - PABX (68) 3322-6597

logo iso nova


Você está aqui: Pagina Principal IMPRENSA Noticias Novas oportunidades